sábado, 27 de maio de 2017

Fluindo o Olhar - fragmentos e memórias de um blog

UM BLOG QUE VIROU LIVRO!
Eu li e indico...


Se você acha que escrever é um desafio superado a cada parágrafo vai se identificar com Marcus Alencar no texto “Missão de escritor”.  E a inspiração? Já se perguntou como e quando surge? De onde vem esse insight imprevisível? Sim, todas essas indagações permeiam a rotina de quem escreve e foi assim que três pessoas que não se conheciam mas, tinham um propósito em comum resolveram registrar suas memórias cotidianas em seus respectivos blogs.

Marcus Alencar - atualmente apresenta podcasts sobre cinema, literatura, quadrinhos e séries de TV.

Como o ciberespaço derrubou a barreira geográfica e passamos a interagir com pessoas de diversas regionalidades, é o que Viviane Righi nos conta no texto “Amizades reais e amizades virtuais”. Ela também revela como criou laços com pessoas do país inteiro. Tanto é verdade, que os autores da obra (Viviane Belo Horizonte/MG, Marcus São Paulo/Capital e Jenny Rugeroni São João da Boa Vista/Interior de SP), que até então interagiam somente através da tela do computador resolveram unificar as postagens de seus textos em um único espaço para criar em 2005 o blog “Fluindo o Olhar”. E o livro que divulgo agora é uma coletânea das melhores publicações desses jovens amigos.
Marcus é jornalista e podcaster, Viviane é pedagoga e professora e Jenny é bancária. E já está em seu quarto livro publicado.


Viviane Righi - Professora na Rede Municipal de Belo Horizonte começou a escrever aos 12 anos de idade, incentivada pela mãe.

Jenny utiliza um toque mais intimista ao rememorar a infância vivida na Noruega, seu país de origem, onde retorna 18 anos depois e encontra seus avós maternos como em um resgate de sua “Identidade”.


Jenny Rugeroni - Autora dos romances "A Herdeira do Silêncio" (2011), "O Segredo da Amoreira" (2013) e "Virando o Jogo do Amor" (2016)

O livro “Fluindo o Olhar – fragmentos e memórias de um blog” têm 36 narrativas, 12 de cada um dos autores, em uma linguagem simples com t­emas relacionados ao dia a dia que envolvem todos os tipos de leitores.

A grande sacada é que a publicação é despretensiosa, já que tudo começou de uma vontade individual de registrar experiências “as palavras traduzem sentimentos que muitas vezes são difíceis de verbalizar auxiliando na organização de seus próprios sentimentos e ações” ilustra Viviane Righi.

Os novos escritores da atualidade surgem a cada dia com a ascensão da internet no Brasil. Plataformas como redes sociais e principalmente blogs permitiram o surgimento de vários talentos que foram recebidos pelos leitores de uma forma muito positiva. É um desafio lançar na rede textos provenientes de ideias de variados temas, sem uma pauta pré-estabelecida e de forma descompromissada. E vemos criatividade nessa leva de autores independentes que surgiram há pouco tempo.

Ver um livro editado e pronto para ser comercializado é a concretização de um projeto do trio, unidos pelo espaço cibernético. E tudo começou como passatempo, aprimoramento da escrita e uma vontade gigantesca de dar vida às palavras.

Flua seu olhar e ótima leitura!

Eu li e indico!


Nenhum comentário:

Postar um comentário